Nanotecnologia cria a menor casa do mundo invisível ao olho humano

Nanotecnologia cria a menor casa do mundo invisível ao olho humano

Junho 28, 2018 1 Por Capita

Tem quatro paredes, uma porta, janelas, um teto e uma chaminé, mas é invisível ao olho humano. A menor casa do mundo amplia os limites do infinitamente pequeno. 

Este é um dos principais projetos do Instituto FEMTO-ST de Besançon, no leste da França, digno herdeiro da tradição relojoeira desta cidade.

Largura: 10 mícrons. Comprimento: 20 mícrons. Altura: 15 mícrons. Estas são as dimensões desta microcasa do departamento de nanorrobótica do Instituto FEMTO-ST.

Esta proeza tecnológica é “menor que o diâmetro de um pêlo do braço”, explica um de seus criadores, Jean-Yves Rauch. “Estendemos os limites da precisão e do tamanho dos objetos”, se entusiasma o pesquisador.

“Ninguém mais no mundo pode montar esta microcasa, devido à precisão requerida”, diz Michaël Gauthier, subdiretor do FEMTO-ST, um laboratório associado ao Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS).

Esta microcasa foi “construída” em laboratório, em uma câmara de vácuo de 60 cm3. No interior há um microscópio eletrônico capaz de aumentar uma imagem em um milhão de vezes, um canhão de íons que serve de maçarico e um robô para mover os objetos e as partes da casa.

Os pesquisadores controlam o robô e o canhão de íons através de um computador situado ao lado da câmara de vácuo. O canhão de íons corta o modelo da casa sobre uma membrana de vidro de 1,2 mícrons de espessura (um mícron = um milésimo de milímetro). Os muros, o teto e a chaminé completam a estrutura.